Archive for the 'Curiosidades' Category

30
abr
11

Cansou do casamento Real? Transforme os noivos em zumbis!

Uma unanimidade, é que praticamente ninguém mais aguenta falar do casamento real. É Príncipe William e Kate em todos os talóides e sites nos quatro cantos do mundo. Claro que um evento tão grande não ia passar despercebido pelos desenvolvedores de jogos! O casamento em geral ocorreu tudo bem, ninguém se machucou, só a Kate que ganhou na loteria, mas o pior poderia ter acontecido não é mesmo? No mundo dos aplicativos sim!

Esse é o objetivo do Royal Wedding Zombie Outbreak, um game ao estilo de Grand Theft Auto, em que você pode jogar toda a sua ira contra a multidão no momento do casamento (não incentivamos essa prática! É apenas um game!). O jogo é baseado em Flash, e você tem como principal missão, acabar com uma pandemia, você fica no topo do mundo, como se fosse um jogador no estilo de “Age of empires”, usando o Google Maps ao redor do Palácio de Buckingham.

Você pode definir no game, a taxa de infecção de zumbis que vai acontecer no evento (o casamento), a quantidade de civis que estarão presentes, quem estará armado, o número de zumbis e também a velocidade em que eles irão atacar a população. O único problema é que depois você passa de jogador para espectador, e apenas fica observando o massacre acontecer. É possível ver o príncipe will e a Kate tentarem sobreviver ao massacre.

Pronto para virar o Paparazzi dos zumbis? Então clique no link e se delicie com este game!

Royal Wedding Zombie Outbreak

Anúncios
14
out
10

E se o narrador da Sessão da Tarde desse as notícias?

Todo mundo em algum momento da vida, com certeza fez questão de mudar de canal para assistir aquele filme repetido da sessão da tarde na Globo. Se é porque depois tem Malhação, ou porque não tem nada melhor para fazer mesmo eu não sei, mas o destaque fica todo com aquela fala repetida “Essa turminha o barulho vai arranjar altas aventuras para descolar altas gatas na escola”, como se o filho dele falasse assim. É engraçado, e as vezes até nos engana, pois ele fala com tanto entusiasmo que acabamos acreditando. Mas, e se o narrador da sessão da tarde, estivesse no lugar do William Bonner? Como seriam as notícias? Vamos ver alguns exemplos de como elas ficariam;

Mineiros ficam 70 dias presos debaixo da terra no Chile

Esses mineiros azarados ficaram 70 dias debaixo da terra, em meio a maior confusão! Agora vão prestar contas a essa mídia do barulho!

Ataque terrorista nas torres gêmeas em 11/9

Estes terroristas tenebrosos causaram a maior confusão neste ataque do barulho! Não sobrou pedra sobre pedra!

Lula ganha eleição

Esse ex metalúrgico do barulho ganhou uma eleição eletrizante nesse país que até Deus duvida!

Bancários entram em greve em São Paulo

Essa turminha sapeca aprontou todas em uma greve da pesada! rolou uma tremenda confusão!

Continue lendo ‘E se o narrador da Sessão da Tarde desse as notícias?’

09
out
10

As mais lindas Bond Girls de 007

Todo grande homem tem uma grande mulher por trás, no caso de Bond, essas mulheres são mais que isso, são verdadeiras musas, beldades que deixariam qualquer agente secreto se enganar, algumas são más, outras agentes que ajudam Bond a salvar o mundo contra alguma ameaça atômica, mas todas são lindas. O Bordel Encantado selecionou as 10 mais lindas Bond girls de toda a saga até agora, confira.

Vesper LyndEva Green (Casino Royale 2006)

Agente secreta do tesouro britânico, Vesper foi o primeiro amor do agente Bond, e quase que James desiste de ser um agente 00 para viver com ela, porém Lynd se suicida, revelando suas verdadeiras pretensões para com Bond. Ela na verdade queria salvar seu namorado (safada), mas no meio da tentativa, se apaixonou. Foi ela quem tornou Bond, esse adorável cafajeste que conhecemos hoje.

Para interpretar Vesper Lynd, as atrizes Angelina Jolie (SALT, 2010), Charlize Theron (Æon Flux, 2005), Cécile de France (Volta ao Mundo em 80 Dias, 2004) e Audrey Tautou (O fabuloso destino de Amélie Poulain, 2001) foram cogitadas, mas o papel ficou mesmo com a linda francesa Eva Green.

Camille – Olga Kurylenko (Quantum of solace 2008)

A principal motivação de Camille, é a vingança do assassinato de sua família, se tornou agente secreto da Bolívia para se infiltrar e matar o General Medrano. É uma das poucas Bond girls que não fez sexo com Bond, dando apenas um beijo de agradecimento. Ajudou Bond a matar Dominic Greene, que tinha ligações com a organização que “matou” Vesper, seu único amor.

Papel interpretado pela lindíssima modelo ucraniana Olga Kurylenko, que já foi capa de revistas como a ELLE, Marie Claire e Vogue e ganhou o premio de melhor atriz no Brooklyn International Film Festival, pelo papel de Iris no filme francês “L’annulaire”, de 2006.

Xenia Onatopp – Famke Janssen (GoldenEye 1995)

A mais linda vilã de toda a saga 007, também a mais safada e tarada, malvada, louca e novamente, linda. Em sua Ferrari vermelha, gosta de rachas, e tem orgasmos múltiplos quando mata (ohhhhh!). É ex assassina da KGB e trabalhava para Janus. Matava suas vítimas envolvendo-os com suas pernas, tirando seu ar.

Papel interpretado pela atriz holandesa Famke Janssen, foi modela das grifes Yves Saint Laurent, Chanel e Victoria’s Secret, Atuou em séries como Star Trek: The Next Generation, Melrose Place e Nip/Tuck, além dos sucessos como Jean Gray em X-Men.

Melina Havelock – Carole Bouquet (For your eyes only 1981)

Assim como Camille, Melina tem como principal objetivo vingar a morte de seus pais, que foram mortos por causa de Kristatos na busca de uma arma que pode controlar  submarinos chamada ATAC. Ajuda Bond a desativar a arma e derrotar o grupo de Kristatos.

Carole Bouquet é uma modelo e atriz francesa, teve seu rosto estampados nas propagandas da Chanel e foi capa da Vogue francesa. Ganhou o prêmio César como melhor atriz por “Este Obscuro Objeto do Desejo, de 1977.

Anya Amasova – Barbara Bach (The spy Who loved me 1977)

Anya é uma agente russa conhecida como XXX que se une a Bond contra uma guerra nuclear que pode destruir as duas maiores potencias nucleares, Estados Unidos e Rússia. Anya se apaixona por Bond e transam no lugares mais legais de toda a saga 007, em um trem e em um submarino (coisa para poucos).

Barbara é estadunidense e esposa do ex baterista dos Beatles Ringo Star, já saiu nas revistas ELLE, Playboy e Vogue. Atualmente trabalha com filantropia.

Bem como de costume, fica aqui as primeiras mais gatas Bond Girls que James Bond conhece muito bem, logo, confira as outras tão lindas quanto.

Imagens via | bondmovies

17
set
10

Robôs da ficção e seus problemas pessoais – parte 2

Já foi postado 5 robôs da ficção que tem lá seus problemas pessoais, seja depressão, desejo não alcançado ou relação sexual ( por fio terra ) escondida. Fique agora com os outros 5 e mais problemáticos ainda robôs da ficção;

Roy Batty – Blade Runner

Roy Batty é líder de um grupo de replicantes ( ciborgues idênticos ao homem ) rebeldes, e um dos personagem com maior significado no cinema, um replicante, que se torna mais humano que os humanos ao perseguir a própria vida, ir atrás de seu criador com o propósito de aumentar sua capacidade de vida, “porque ser superforte, e gênio sendo que não poderei viver tempo suficiente para usar toda minha capacidade?” Roy luta contra o herói Decard, mas no meio da trama o vilão ganha empatia do herói, salvando-o e mostrando que é tão ou mais humano que os humanos. Quando morre, lamenta que “tudo que viu irá se perder no tempo” . Apesar de todo seu jeito de mau, de sujeito forte ,era na verdade um replicante de sentimentos, dos mais profundos.

Rachael – Blade Runner

Rachael é uma replicante ( Ciborgues idênticos aos humanos e com emoções ) porém rejeita essa hipótese, assistente de um dos criadores dos replicantes, acreditando nas lembranças que foram implantadas em sua mente ( Sistemas ). Quando submetida a um teste Voight-Kampff ( identificador de andróides ) e se convence do fato de ser o que realmente é, levanta questões filosóficas sobre a identidade humana e existencialismo. Rachael é extremamente frágil e sensível. Como que alguém que possuía se descobre uma posse? Além do problema de identidade ou gênero, Rachael possui outro problema maior ainda, o amor por um humano que mata andróides. Em pensar que seu sofrimento com TPM e menstruação eram falsos, podiam pelo menos tirar essa parte das lembranças dela, coitadinha.

Wall.e – Wall.e

Wall.e ou Waste AllocationLoad Lifters – Earth-Class tem como principal hobby empilhar caixas de lixo, construir prédios e assistir Hello Dolly! Ao lado de sua barata de estimação HAL. Apesar de parecer tedioso, Wall.e nunca reclamou, e por incrível que pareça tem profundos sentimentos pelas coisas da vida, principalmente por EVA uma robô que veio à Terra com o objetivo de sondar e procurar por vida. Wall.e não está nesta lista por ser exatamente problemático, mas por ser capaz de amar EVA, e sair a frente de uma épica aventura atrás de seu único amor em 700 anos.

Gally (Alita )- Gunnm Hyper Future Vision

Gally foi achada no lixo por Ido, que se torna seu “pai”, dando um corpo a ela. Sem lembrar quem é ou de onde veio, a ciborgue ajuda Ido e se torna uma caçadora de recompensas, adquirindo no decorrer da história o corpo de um Berseker modificado para o corpo feminino transformando-a em uma máquina de matar. Gally se apaixona por Yugo, um jovem sonhador que morre trucidado pelas máquinas. Gally ama os humanos, mas tem um problema, não é um, e seu maior sonho, mesmo que oculto é ser uma humana. Acaba sendo caçada pelos próprios caçadores e vai até a cidade de Zalém ( Cidade onde só os ricos e poderosos vivem ) atráz de Desty Nova, um cientista louco que sabe a verdade por traz do ser humano. No meio de toda a trama, Gally se torna o ciborgue mais sofredor detoda a ficção, tendo pelo menos um final feliz.

Bender – Futurama — robô cruel, festeiro e carente de atenção movido a bebida alcólica viciado em jogo, charutos e burlesco. Adora falar a palavra bunda, é cleptomaníaco assumido, detesta humanos ( alguns acham que na verdade é inveja ), tem medo de abridores de latas, já foi membro da Máfia dos robôs e devido ao Álcool e as drogas tem tendência suicida. É o robô que mais viveu, e mais conhece as facetas humanas, robótica, animais e extra-terrenas. Com todos estes problemas, ganha o posto de robô mais problemático da ficção, sendo também o mais divertido.

Pois é, para quem pensa que vida de maquina é difícil, agora sabe que não é bem assim, eles tem os mesmos problemas que eu,você e sua televisão que não aguenta mais ficar ligada o dia todo assistindo Faustão, A praça é nossa ou Casos de família.

07
set
10

Personagens masculinos que Chuck Norris aprova

Já é de conhecimento de todos os feitos do mestre do mestre dos magos, Chuck Norris. O que muita gente não conhece são os feitos daqueles que ele aprova, que elepoderia dizer “Este eu garanto”, podemos chamar aqui de jovens Padawans do Chuck, a lista possui ao todo 10 personagens masculinos, confira  5 destes mestres da força, e logo mais postarei os outros 5 mais aprovados.

Chris Redfield – Resident Evil

Não é qualquer um que enfrenta um exército de zumbis praticamente sozinho, monstros grotescos e o maléfio e super-homem Albert Wesker. Chris está aonde o mundo precisa, se sua irmã pede socorro, lá ele está, se sua amiga de trabalho Jill Valentine precisa dele, lá ele está, e homem que é homem não foge de zumbi e fica trancado dentro de casa, ele provou sua masculinidade ao ir até o inimigo e montar um grupo de buscas anti zumbi. Sua cara de mau, o bronzeado de quem não teme o Sol, e toda sua astúcia para com Sheva e Jill lhe garatem um lugar nesta lista.

Toguro – Yu Yu Hakusho

Toguro não tem medo de enfrentar nenhuma batalha, nenhum ser vivo ou morto, Youkai, humano ou robô. Se a palavra é desafio, ele está dentro. Conhecido como ogro é na verdade incompreendido, pois sempre inicia uma luta com menos de 5% de sua força, e só quando precisa, usa 100% de seu poder, coisa que aprendeu com seu mestre Chuck. Toguro é tão macho que só de pensar em ficar velho e fraco já tinha arrepios, se transformou em Youkai e se tornou um dos demônios mais fortes da série Yu yu Hakusho, destruindo qualquer um que passasse por sua frente, fosse mulher, mestra GenKai ou ele mesmo.

Solid Snake – Metal Gear

Ninjas podem se esconder atrás de seus alvos sem serem percebidos. Snake pode se esconder atrás do ninja sem ser percebido. Solid Snake, come no almoço 3 escorpiões, uma cobra e na janta ele varía com um Leão.  Snake é o único da lista que consegue terminar o que começou em menos de um dia sem que ninguém perceba o que está acontecendo, tudo isso fumando, lendo e escondido em uma caixa. Mas porque um agente secreto ninja está em uma lista de machos? Porque não é qualquer uma que enfreta o clone-irmão, clone-pai , leva tiros, e sai de tudo como tivesse acabado de terminar o comercial  da TV e volta para a vida normal pronto para a próxima.

Ryu Hayabusa – Ninja Gaiden

Para ser macho, não basta ter cara de mau, e sair por aí destruindo tudo, deve saber se conter, saber quando entrar em ação, e ter controle pleno da mente. Já pensou se Chuck Norris saísse por aí matando todos e destrindo tudo? Ryu tem a mentalidade de quem já vivenciou de tudo na vida, tendo apenas 23 anos, e passou por tudo como se estivesse apenas lendo um livro. É o único ninja que não se esconde para derrotar seus inimigos, fazendo questão de ser visto para dar uma chance de seus inimigos se arrependerem e fugir. Ryu também respeita as mulheres e a amizade, coisa que só um macho de verdade tem coragem de fazer.

Tyler Durden- Clube da Luta

Personagem Niilista, luta contra a sociedade do consumo, e joga toda a sua fúria e falta do que fazer em um clube onde a regra master é lutar contra alguém até que um dos dois não aguente mais. É o tipo de neto que toda avó quer ver em um campo de concentração, pois caga no chão de areia do gato e bota a culpa no irmão, transa com a mãe do melhor amigo e ainda pede um soco na cara por causa da culpa, o cara é macho porque  não foge nunca, além de levar soco no estômago e ter orgulho de levar como homem ( Isso foi estranho ). O perfeito tipo “me bate que eu te bato, pra eu te bater de novo”.

Esta é a primeira parte da lista, logo mais confira a segunda parte.

02
set
10

25 versões de capacete do Darth Vader

Creio que todos conhecem Darth Vader, o maior vilão da saga Star Wars, e talvez de toda a ficção. O cyber-homem que era Jedi e encontrou o lado negro da força, com a ajuda do Sith Lord Sidious, era mais conhecido pelas roupas pretas, altura e respirar de aparelho de hospital, mais ainda, por seu capacete indiscutivelmente medonho. Acontece que Darth Vader ganhou Status Cult, e a cultura pop o apadrinhou, dando a ele novos adereços, cores, estilos, algumas vezes repaginada total, mantendo a ideia do original.

O  Vader Project, iniciado em 2007 e realizou exposições do acervo artístico na Europa, Japão e E.U.A. Esta é também uma oportunidade rara para os fãs de Star Wars verem o capacete do vilão repaginado e ainda poder levar para casa por uma quantia leiloável.

Os capacetes foram criados por artistas como Marc Ecko, Visell Amanda, Mister Cartoon, Cameron Tiede, Jeff Soto, Michelle Valigura, Frank Kozik, entre outros. Foram a leilão em 10 de Juho deste ano.  Confira uma galeria com alguns exemplares;

Este slideshow necessita de JavaScript.

31
ago
10

As melhores músicas originais do cinema

O principal papel das trilhas sonoras ou músicas para um filme, é dar harmonia ao diálogo, imagem e acontecimento, criando o clima apropriado para a cena em questão, um clima pesado e angustiante para o suspense, de medo para o terror, e algo mais rápido e ácido para a ação. Algumas dessas músicas ou trilhas por sua vez ultrapassam o clima cinematográfico, passando do cinema, para a TV, celulares e o cotidiano da cultura de massa. Vamos ver alguns exemplos;

Star Wars – Marcha Imperial / Darth Vader’s Theme

Foi composta por John Williams para o filme Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca. Música que nos “obriga” a lembrar de Star Wars e principalmente seu maior vilão – Darth vader. A música também é mostrada quando mestre Yoda diz que Anakin Skywalker pode ser “o escolhido”, mas que sente nele um terrivel perigo no futuro ( Episódio 1 – A ameaça fantasma ). Em “Ataque dos clones” quando Anakin mata todos da tribo Tusken Raiders para vingar sua mãe, e conta seu feito para Padmé, e Marcha toca, sugerindo que Anakin e Darth Vader serão as mesmas pessoas. A música é frequentemente usada quando em filmes, series ou desenhos, um acontecimento envolve autoritarismo e figuras religiosas. Outros usam para avisar que seu chefe está chegando, aí todo mundo no escritório pára o que está fazendo e finge que está tudo normal. Confira a música aqui.

2001- uma odisseia no espaço – Also Sprach Zarathustra

Escrita por Richard Strauss,  a trilha épica se tornou regra em festivais de finais de ano, formaturas e outras demonstrações sobre o futuro e suspense. Filmes que satirizam estes temas sempre usam esta trilha. O Filme 2001 – Uma Odesséia no espaço, de 1968 (139 min, dos quais apenas 40 possuem diálogo ) com direção do mestre Stanley Kubrick analisa a evolução do ser humano e a batalha do criador contra sua criatura, travada pelo computador e super-vilão HAL 900 e seu operador Dr. Dave Bowman (Keir Dullea ), quando o computador resolve matar toda a tripulação que tenta sobreviver. Confira a música aqui.

Rocky – Gonna Fly Now

A trilha de Rocky, de 1976 composta por Bill Conti, com letras de Carol Connors e Ayn Robbins e cantada por Deeta West e Nelson Pigford é sempre tocada em cenas de filmes de lutas de outros filmes, principalmente de comédias e programas de TV cujo o VT possui conteúdo envolvendo lutas. Sempre que Gonna Fly Now toca, as pessoas dizem “ Olha a música do Rocky” não tem como não lembrar. E quando você vê aqueles dois amigos na rua se estapeando? Não tem como evitar, e você acaba cantando “Tan, tan, tan…tan, tan, tan.. tan tan tan…tanants tanantaram tandammmmmm”

Vale o clique para relembrar.

007 Theme – James Bond

Composto por John Barry em 1963 para o filme “007 , From Russia with Love” ( No Brasil ficou “Moscou contra 007” ) do diretor Terence Young, tendo Sean Connery no papel do agente James Bond. “ É mais um clássico sempre homenageado por outros filmes, tamanha sua eficiência, basta alguém pegar uma arma, ou seguir outro, que a “oo7 Theme” toca. Ou você a imagina como trilha do momento. Confira aqui.

Tubarão – Jaws

Clásicco de Steven Spielberg de 1975 baseado no romance homónimo de Peter Benchley,  com trilha sonora de John Williams. A música foi digna de Oscar, tamanha eficiência, muitas pessas entravam na praia, e se essa música tocava, elas saiam, achando que tinha tubarão. Música virou símbolo dos suspense e terror tocada pela tuba de Tommy Johnson é simples e completa. Também estando entre as trilhas mais homenageadas, principalmente (sempre eles ) em filmes que satirizam o gênero suspense e terror, ou que envolvem tubarão. Confira.

Indiana Jones – The Raiders March

Outro filme com trilha assinada pelo mestre John Williams, tendo Steven Spielberg na direção e George Lucas no roteiro. A história do professor de arqueologia e aventureiro é tão conhecida quanto sua trilha que acompanha os 4 filmes já produzidos, conquistando um Oscar, foi primeiro ouvida em “Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida” ( Indiana Jones and The Raiders of the Lost Ark, 1981 ). Trilha também homenageada por gêneros de humor e VT’s sobre espedição e aventura. Relembre.

Parque dos dinossauros – Jurassic Park Theme

Outra trilha assinada por John Williams, e também tendo Steven Spielberg como diretor do filme em que está inserida.  Parque dos dinossauros (Jurassic Park, 1993 ), também campeã do Oscar de melhor trilha sonora em 1994, hoje em dia infelizmente não é homenageada, mas infelizada em festas de 15 anos, bodas de prata e formaturas, junto com “Tema da vitória”.

Música com vários momentos, é perfeita! Ouça.

Missão impossível – Mission : Impossible Theme

Dirigido por Brian De Palma e com Tom Cruise imortalizando o agente secreto Ethan Hunt, o longa de 1996 conta com a histórica composição de Lalo Schifrin e remixado por Larry Mullen Jr. e Adam Clayton do U2.  Ainda mais usada que a música de 007, Mission : Impossible Theme se tornou uma lenda sempre usada por programas que usam a temática “missão” e por outros filmes que também satirizam o tema. Ouça.

Psicose –  Psycho (shower theme)

De 1960, do mestre do suspense Alfred Hitchcock, Psicose foi um marco para o gênero, e para as trilhas sonoras. A cena em que Marion Crane ( Janet Leigh ) é brutalmente esfaqueada acompanhada pela famosa trilha em um banheiro de motel, é uma das cenas que de várias formas tenta ser copiada, mas que nunca saem com a perfeição da original de Psicose.

Quem nunca ouviu aquele Motorola V3 tocando, e como toque, a famosa trilha do assassinato? Na minha humilde opinião é a melhor música original para um filme. Confira a famosa cena com a famosa música.




Siga no Twitter

Junte-se a 14 outros seguidores

Bordeleiros

Postagens Anteriores