12
out
10

Filmes sobre inocência e fantasia

Para celebrar o dia das crianças, o Bordel Encantado preparou uma lista com 10 filmes sobre inocência e fantasia, pois mesmo adultos, todos precisamos de vez em quanto resgatar aquilo que no fundo, todos sempre seremos.

A Bússola de Ouro (2007)

Lindos cenários e uma história sobre uma criança que é capaz de salvar todas as outras. Baseado no primeiro livro da trilogia Fronteiras do Universo, do inglês Philip Pullman, que já foi amaldiçoado pelos católicos mais fervorosos o acusado de demoníaco ou ateu (para a época isso era problema), por contar uma história em que crianças possuem dimons, que são manifestações das almas das crianças em forma de animais que estão sempre juntos. Cientistas querem separar os dimons das crianças para fazer pesquisas.

Na história, a jovem Lyra Belacqua (Dakota Blue Richards) é uma órfã que foi criada na Universidade Oxford, sai em uma busca por respostas sobre um pó que faz mal às crianças e de seu tio Lorde Asriel (Daniel Craig), portando uma bússola de ouro que pode descobrir a verdade sobre qualquer assunto, e evitar que o dimons sejam extintos por causa de erro humano. Com  Nicole Kidman no papel da vilã Marisa Coulter e direção de Chris Weitz.

Stardust: O mistério da estrela (2007, EUA, Inglaterra)

O filme é uma fábula sobre as crenças e costumes, mas mais que isso, é um filme que conta uma história de amor, do inocente e jovem tristan (Charlie Cox), que para provar um amor impulsivo pela bela e fria Victoria (Sienna Miller), vai em busca de uma estela cadente, para isso tem que atravessar o muro da cidade e ir além dos limites humanos. Em meio a várias descobertas, surgem outras pessoas com interesse na estrela, como a bruxa Lamia (Michelle Pfeiffer) e o príncipe de Stormhold (Peter O’Toole) e seus irmãos fantasmas. Para enfrentar todos estes concorrentes, Tristan precisará ganhar o amor da estrela, que se transformou em uma garota chamada Yvaine (Claire Danes). Adaptação de um romance de Neil Gaiman, e só por isso já vale a pena.  Do diretor Matthew Vaughn.

A História sem Fim (1984, EUA)

Bastian (Barret Oliver), tem problemas com outros garotos da escola, e para fugir deste e de outros problemas, se esconde um uma biblioteca, onde descobre um livro misterioso e a cada página virada, ele entra em um mundo chamado Fantasia,  acaba tendo que salvar uma imperatriz, que está morrendo, para vencer o mal, Bastian se une a várias criaturas, dentre eles, um dragão da sorte, elfos, gigantes de pedra e o valente guerreiro Atreyu (Noah Hathaway). O filme trata sobre a morte da imaginação, que corremos o risco de perdemos toda nossa pureza quando abandonamos aquilo com que sonhamos, que a existência é maior que o plano físico, ela está na fantasia, nos nossos sonhos infantis e em nós mesmos. Do diretor Wolfgang Petersen, de Mar Em Fúria e Na Linha de Fogo.

Caravana da Coragem – Uma Aventura Ewok (EUA, 1984)

Esse filme é pouco conhecido, mas é uma boa para os fãs de Star Wars, pois conta com a presença de muitos elementos da saga, como a Lua de Endor e os pequeninos Ewok. Seria uma versão mais infantil de Guerra nas estrelas misturando elementos de magia e fantasia.

No filme, uma família foi separada, depois que sua nave caiu na Lua de Endor, os pais de Mace e Cindel são capturados pelo gigante Gorax, mas os dois são encontrados pelos Ewoks, e graças a confiança que sentem por cada uma, embarcam em uma aventura para resgatar seus pais. Apesar de usar elementos de Star Wars, não tem George Lucas na direção, que ficou a cargo de John Korty.

Matilda (1996)

Esse é um filme, que tenho certeza que será criticado por estar na lista, irão perguntar: “O que um filme de sessão da tarde está fazendo aqui?” Matilda (Mara Wilson), é um clássico da sessão da tarde sim, mas a ideia do filme, em que um garota que vive com uma família complicada, desenvolve uma inteligência absurda e desejo por conhecimento, acaba indo para uma escola rígida, onde as crianças são proibidas de ser criança. Nos faz pensar sobre as crianças de hoje em dia, que de certa forma são forçadas a desde cedo a pilotar fogão de brinquedo, a conhecer computadores e videogames, para ter um futuro sei lá, promissor?

Matilda desenvolve poderes e os usa para dar uma lição nos adultos, que insistem que as crianças não devem agir como tais, principalmente na diretora da escola, que castiga qualquer manifestação de sorriso em seus rostos. Matilda resgata a ideia, de que qualquer criança pode ter poderes, e não há poder maior do que a imaginação. Um filme do diretor e ator Danny Devito

O fabuloso destino de Amelie Poulain (2001)

Seria um filme infantil para adultos, que conta a história da inocente Amélie (Audrey Tautou), que quando criança vivia em um ambiente um tanto estranho. Seu pai, um médico não conversava com ela, e só chegava perto para fazer exames médicos, seu peixinho sempre tentava se suicidar e sua mãe morreu de uma forma estranha. Amelie se muda para um bairro de Paris, onde trabalha como garçonete, sempre foi quieta e quase não conversa com ninguém, depois que encontra uma caixa e devolve para seu dono, percebendo sua alegria, descobre que tem gosto por ajudar as pessoas e inicia um trabalho de fazer as pessoas sorrirem. Filme com ótimas cores, visuais e personagens profundos, que são ajudados pela jovem. Mas Amelie não conseguiu completar uma missão, a de encontrar seu grande amor, missão que de uma forma pura e linda, Amelie começa a perseguir. Do diretor Jean-Pierre Jeunet.

Filme obrigatório para qualquer adulto que pensa que a vida é complicada. Descubra que é você quem a complica.

O mágico de Oz (1939)

Dorothy Gale (Judy Garland) vive em uma fazenda no Estado norte-americano do Kansas, foge da fazenda com seu cachorro Totó depois que descobre que ele vai ser sacrificado por ter atacado uma vizinha irritante que reclama de tudo. No caminho acontece um tornado que faz com que ela bata a cabeça, e quando acorda, está em um mundo de fantasia. Dorothy acaba se envolvendo em uma das aventuras mais lembradas da fantasia, se encontra com Glinda (Billie Burke), bruxa do norte e a tenebrosa Bruxa do Oeste. Para voltar para casa, Dorothy tem que encontrar O mágico de Oz, que é o único com poder suficiente para ajudá-la. No caminho para encontrar o mago, conhece um espantalho (Ray Bolger) que quer ter um cérebro e, como visitará um mago, pode ser que ele arrume um cérebro para o espantalho, assim resolvem viajar juntos. Mais adiante encontram um homem de lata (Jack Haley), que anseia por um coração, então os três passam a viajar juntos. Logo depois se deparam com um leão covarde (Bert Lahr), que quer ter coragem, então o quarteto fica mais do que determinado em achar o mágico de Oz. Linda fantasia e um ótimo musical. Do diretor Victor Fleming.

A viagem de chihiro (2001)

Chihiro é uma garota mimada de 10 anos, que quer tudo da sua forma. Briga com os pais assim que descobre que irão se mudar de cidade, no meio do caminho para a nova casa, a família se perde e acaba encontrando uma cidade que parecia mais um templo abandonado, contra sua vontade Chihiro, segue seus pais para dentro da cidade-templo, seus pais famintos acabam se transformando em porcos ao se alimentar de uma comida mágica, na tentativa de ajudar seus pais a jovem encontra Haku, um garoto que a ajuda a enfrentar todos os perigos, mas que também acaba sendo ajudado pela garota que tem um espírito forte, e o usa para sobreviver em um mundo com criaturas fantásticas da mitologia japonesa,  salvar seus pais de serem servidos como prato principal no jantar. Do diretor Hayao Miyazaki.

Em busca da Terra do Nunca (2004)

J.M. Barrie (Johnny Deep) é um escritor escocês de prestígio, que está cansado da mesmice que se tornou o teatro, de coração amplo e imaginação infantil, vê nas crianças o que existe de mais limpo  e inocente na vida, neles tem a inspiração que precisa para criar o que foi a primeira grande obra da literatura infantil que o mundo pode ler. Caminhando por um jardim, Barri encontra a inspiração que precisava, a família Llewelyn Davies, quatro meninos e a viúva Sylvia (Kate Winslet). O filme não tem clichês e enquanto Barrie brinca com as crianças de Sylvia, o filme os transporta para cenários imaginários da brincadeira, baseados na história de Peter Pan. A todo o momento as brincadeiras e as passagens para a terra do nunca nos trazem uma emoção da qual não se pode fugir, filme obrigatório para quem gosta de qualidade e emoção garantida.

O que mais encanta no filme é a imaginação de Barri, que transforma galhos em espadas, pipas em fadas, assim como toda criança. O final nos mostra o verdadeiro significado de acreditar e imaginar. Do diretor Marc Foster.

Onde vivem os monstros (2009)

Um filme rico na imaginação e na infantilidade das crianças, com forte retratação de sentimentos (talvez  idealizados nos monstros que se amigam a Max), conta a história de Max (Max Records), que por ciúmes de sua mãe (Catherine Keener), começa a fazer bagunça e colocado de castigo em seu quarto sem janelas, por este motivo, foge de casa, e cria um mundo onde vivem monstros selvagens. Neste mundo imaginário Max se torna o líder de um bando de monstros, e se torna responsável por tornar o lugar feliz. Filme fantasioso e emocionante com trilha sonora assinada por Karen ‘O, da banda Yeah Yeah Yeahs. Do diretor Spike Jonze.

Anúncios

11 Responses to “Filmes sobre inocência e fantasia”


  1. 12 de outubro de 2010 às 23:46

    história sem fim, é simplesmente demais… amo esse filme e o tenho até hj! a bussola d eouro também é mt bom, mas acho q vc esqueceu as cronicas de narnia, eu lí e adorei os 7 livros!

  2. 2 llyni
    15 de outubro de 2010 às 11:51

    aah faltou o ”Meu Amigo Totoro”

  3. 5 Tamara
    15 de outubro de 2010 às 14:06

    Eu sou apaixonada por FDAP e já assisti todos os outros citados que também são maravilhosos *-*. Vontade de assisti los novamente.

  4. 6 eduardo esteves
    16 de outubro de 2010 às 19:17

    historia do sem fim?

  5. 7 Juliana
    16 de outubro de 2010 às 19:51

    E o Labirinto do Fauno! =o

  6. 9 Mari S.
    16 de outubro de 2010 às 22:53

    Eu gostei de “O mundo imaginário do Dr. Parnassus”

  7. 18 de outubro de 2010 às 10:24

    Hello! ekgaade interesting ekgaade site!

  8. 11 Mônica Vallerio Rios
    24 de outubro de 2010 às 13:44

    Hello,Weslito!!!!!!!!!
    Adorei….
    Muito legal!!
    Saudade de vc magrelo…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Siga no Twitter

Junte-se a 14 outros seguidores

Bordeleiros

Postagens Anteriores


%d blogueiros gostam disto: